(11)

(11)

Vacinas Cachorro

Gostou? compartilhe!

Melhor método de prevenção de doenças, consiste em uma preparação biológica que fornece ao ser vivo imunidade adquirida para uma doença em particular. Seres humanos tomam desde os seus primeiros meses de vida, e com os animais não deve ocorrer de maneira diferente. Isso porque, além de proteger a sua vida em particular, também previne o aparecimento de doenças que podem contagiar pessoas, conhecidas como zoonoses.

As vacinas cachorro devem ser tomadas durante praticamente toda a vida, mas existem algumas regras que podem servir como orientação. O primeiro procedimento é uma avaliação veterinária, que leva em conta o aspecto geral de saúde do animal. Os que têm doenças de pele, estão desnutridos ou estão com alguma doença infecciosa já instalada, não podem ser submetidos ao procedimento. Em seguida, sugere-se que animal passe por um processo de vermifugação, ou seja, seja administrado remédio para eliminação de vermes que podem se encontrar em seu organismo. A partir daí, deve-se seguir as seguintes recomendações:

  • Animais a partir de 45 dias devem ser submetidos a vacina chama de décupla, ou v10, e que é feita em 3 dosagens. Protege contra cinomose, parvovirose, leptospirose e adenovírus;
  • Vacina contra gripe canina e giárdia devem ser administradas junto com a segunda dose de v10;
  • A partir do 4º mês de vida, o animal deve tomar uma vacina contra leishmaniose, dividida em 3 doses;
  • A vacina antirrábica, que protege contra raiva, deve ser administrada logo nos primeiros dias de vida.

Vacinar é proteger e cuidar do animal, além de colaborar para uma saúde pública melhor para todos.

Procurando por vacinas cachorro?

Leve seu animal até a Petcetera Clínica Veterinária! Funcionando no bairro da Mooca em São Paulo, a clínica tem experiência na aplicação de vacinas em animais de pequeno porte. Profissionais qualificados e estrutura para realizar procedimentos. Contate agora!